PRESS RELEASE

pronto 1

 

HISTÓRIA DA BANDA

A banda TNY completa 25 anos de estrada em 2016. Quando surgiu em 1992, a então TNYFBB (The Not Yet Famous Blues Band), era fruto de um desejo do professor André Mols de tocar blues  e blues/rock, mostrando um pouco mais deste gênero que tinha, naquela época, poucos representantes no Brasil. Primeira banda de blues do estado de Goiás e uma das primeiras do Centro Oeste Brasileiro, a banda foi pivô de um intenso intercâmbio com artistas de outras partes do Brasil, colocando Goiânia no mapa do blues brasileiro.

Os grandes destaques da carreira ficam por conta, entre outros, da abertura de show em 2004 da lendária banda Deep Purple em Goiânia, além de apresentações no Bourbon Street Music Club, em São Paulo. É destaque também a participação em 2005 no Grammy Latino, em Los Angeles tocando para 2000 convidados VIPs, tendo o show considerado pela organização como um dos melhores já apresentados na celebração.

A discografia da banda contempla 8 cds oficiais lançados, sendo todas as músicas autorais, de André Mols. Além do repertório próprio, com músicas consagradas pelo público, tais como Tell Me Why, I’ve Been Living In Paradise My Babies Eyes, a banda tem como traço marcante a reinterpretação de clássicos da música internacional, trazendo para cada composição a sua assinatura própria.

A banda realiza shows nos mais diversos eventos e locais/espaços, tais como bares, pubs e casas noturnas, festivais privados e/ou governamentais, eventos de motociclismo e eventos diversos, incluindo eventos corporativos, tais como Congressos Nacionais de Arquitetura e Anestesiologia, entre outros.

OUTROS DESTAQUES DA CARREIRA

·  Em 2001, a banda é convocada pela TV GLOBO para gravar clips que foram veiculados em cadeia nacional em alusão ao atentado de 11 de setembro de 2001. A mesma emissora também utiliza músicas de André Mols gravadas pela banda como fundo musical de reportagens em programas como Globo Esporte e Esporte Espetacular

Em 2002 a banda participou também do Jornal Hoje, em cadeia nacional.

·  Em junho de 2003, a TNY participa como uma das atrações principais do FICA (Festival Internacional de Cinema Ambiental), evento que reuniu mais de quarenta mil pessoas.

·  Em 2005 e 2006, a TNY participa do Festival Canto da Primavera, em Pirenópolis.

·  Em 2006 grava seu único cd em português, chamado “Sete”. Produzido em São Paulo por Tadeu Patolla no estúdio Audio Mobile.

·  Participou extensivamente de projetos como o “Executiva in Concert”, da Rádio Executiva FM de Goiânia. No ano seguinte, a banda participa do I BSB Blues Festival em Brasília – DF, com o show divulgado na restrita TV Senado.

Em 2007 e 2009 participa do FICA – Festival Internacional de Cinema Ambiental

Em 2011 participa do Festival Canto da Primavera, em Pirenópolis.

Em 2012 grava seu mais recente disco, “Rocking Horse”

Em 2013 fecha com chave de ouro o I FIGO – Festival Internacional de Música em Goiás com show ovacionado na cidade de Pirenópolis.

Em 2015 participa do Festival Canto da Primavera, em Pirenópolis, além de realizar shows em alguns dos Festivais Gastronômicos do Estado de Goiás.

BLUES LÁ FORA

Em 2011, a banda deu um tempo de 6 meses para que os integrantes se dedicassem a projetos pessoais. De volta da Austrália, o guitarrista e vocalista André Mols trouxe em sua bagagem apresentações e jams pelas melhores casas de espetáculos de rock, jazz e blues do país.

CD MAIS RECENTE

A banda gravou no mês de maio de 2012 seu oitavo disco. No álbum, 13 faixas inéditas, todas de autoria de André Mols, além de 4 vinhetas também inéditas. Com título “Rocking Horse”, o novo disco, produzido pela própria banda, apresenta um retorno às origens de Mols, no rock’n roll, mostrando sua vertente mais setentista e intensa.

PRÓXIMO CD  E TRABALHOS PARALELOS

A banda deu início à preparação para a gravação de seu próximo cd, ainda sem data prevista para lançamento. Os integrantes da banda se dedicam ainda a projetos paralelos – solo ou com outros artistas, com cds lançados e agenda de shows própria.

TNY – INFLUÊNCIAS

No início de sua carreira a TNY seguiu a linha do Blues Texano, sendo que sua maior influência foi o trabalho desenvolvido por Stevie Ray Vaughan. Fazem parte da extensa lista de influências ainda Johnny Winter, Albert Collins, Jimi Hendrix, Buddy Guy, BB King, Freddie King, Albert King, Ronnie Earl, Robben Ford, Carlos Santana, Led Zeppelin, The Who, Deep Purple, Gov’t Mule e outros, tantos outros.

O que se ouve no som da TNY hoje não foge do blues, carregando acima de tudo uma identidade e estilo forte.  A banda mostra uma profunda sinergia entre os músicos, apresentando uma versão atualizada e moderna, sem fugir da sonoridade “vintage”. A TNY hoje é uma banda que transita por múltiplos estilos, incluídos aí o rock, o blues, o soul, o “free jam” e um lado acústico especial – sempre demonstrando uma sonoridade própria. Para os curiosos, vale à pena conferir toda essa bagagem sonora em shows que nunca são os mesmos.

INTEGRANTES

A banda é um power trio e conta com seu fundador, André Mols (voz e guitarra), Carlos Foca (Baixo) e Fred Valle (Bateria). Todos com grande experiência e bagagem musical, tanto de bandas de rock dos anos 80 como trabalhando com vários artistas diferentes, André, Foca e Fred fazem um som poderoso e marcante.

1
IMG_9392
2

OUTROS INTEGRANTES

Ao longo dos anos de estrada a banda teve poucas mudanças em sua formação, mantendo sempre como ponto forte a amizade entre seus integrantes. Foram eles:

Fred Valle (bateria, participou de 1991 a 1993), que agora retorna;

Fausto Valle (baixo – membro que teve grande importância do processo de consolidação inicial da banda, tendo participado de 1991 a 1994);

Renato Marra (baixo – participou dos sete primeiros CDs da banda além de ser o criador de todas as capas de CDs e cartazes da banda, além do já famoso logotipo, participou da banda de 1994 a 2007);

Marconi Henrique (teclado e produção musical) – participou da banda de 2003 a 2005. Deu imensa contribuição em diversas áreas para a banda. Foi peça chave na viabilização e gravação do disco N.O.S., assim como na organização e viabilização da ida da banda para o GRAMMY em 2005;

Pê Ribeiro (baixo – deu grande contribuição para o retorno ao som mais “rock” da banda. Participou de 2007 a 2009);

A última dessas mudanças mostra Wagner Calil, o membro mais antigo da banda (de 1993 a 2011), à excessão do fundador André Mols , necessitando se ausentar por motivos de trabalho. Destaque na história da banda, Wagner também participou, juntamente com Renato Marra, da efervescência do rock goiano dos anos 80, na banda 17º Sexo. Peça absolutamente fundamental para a construção e consolidação do nome TNY, Wagner participa, ocasionalmente, de apresentações da banda.

2014 JamSession © All rights reserved.